Sem carne, por favor

cogumelo

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Ipsos mostra que o Brasil é o segundo país onde o número de vegetarianos mais cresce no mundo. O estudo sobre hábitos alimentares mostrou que 28% dos brasileiros declararam “ter procurado comer menos carne”, e apesar de não haver medições da quantidade exata de vegetarianos no Brasil, estima-se que hoje cerca de 5% da população nacional evite o consumo de carnes.

Conversamos com uma vegetariana pra saber um pouco mais sobre sua rotina aqui em Curitiba. Com a Palavra, Thais Schneider:

Você é vegetariana há quanto tempo?
Há cinco anos.

Que novas comidas ou ingredientes você conheceu e passou a gostar muito depois que virou vegetariana?
Uma grande descoberta foi o grão-de-bico, preparado de várias formas, especialmente na versão strogonoff. Outra coisa que comecei a usar mais foram temperos – naturais, nada de sazon ou caldo Knorr. Gosto de alecrim, tomilho, manjericão, salsa, cominho e pimentas diversas. Tem também o curry, que eu adoro e que combina com várias coisas. Aí tem os vegetais que eu já conhecia, mas não dava muita bola, e passei a gostar bastante como berinjela, abóbora, abobrinha e vagem; e os cogumelos, paris, shimeji e shitake.

O que não falta na sua cozinha?
Feijão! E curry.

Deixa algumas sugestões de lugares que você goste de comer comida vegetariana ou petisco vegetariano em Curitiba.
Para refeições tipo almoço, gosto do Sorella e do Green Life. Num clima mais lanche tem os hambúrgueres vegetarianos ótimos do Brooklyn, Galeria Ludica e JPL.

Anúncios