Cardápio salgado

salA revista do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) publicou neste mês uma pesquisa feita com 530 alimentos em que mede a quantidade de sódio presente nas suas fórmulas. O resultado foi bem salgado.

Apesar do Ministério da Saúde ter firmado acordos com as empresas para reduzir o teor de sódio em produtos alimentícios, a quantidade ainda é muito mais alta do que seria o ideal. De acordo com a pesquisa, boa parte dos alimentos analisados já tem, atualmente,  o teor de sódio dentro das metas estabelecidas para os próximos anos e não sofrerão mudanças.

Itens como a maionese, por exemplo, contém mais de 1.000 mg do nutriente em 100 g do produto, sendo que o consumo diário de sal recomendado pelo Ministério da Saúde é de 2.400 mg. As metas de redução preveem uma diminuição gradual a cada dois anos e, no caso da maionese, as metas foram fixadas em 1.283 mg/ 100 g para o ano de 2012; e em 1.051 mg/ 100 g até o fim de 2014.

Quer saber mais? Clique aqui e veja a matéria completa

Anúncios