I <3 Coxinha

foto

 

Eu acho meio inconcebível alguém não gostar de coxinha. A fritura por si só já justificaria o amor incondicional, mas vamos ainda somar o frango bem temperadinho e a massa na quantidade certa (suspiros). A iguaria está em quase toda estufa de padaria ou lanchonete, mas existem alguns lugares em Curitiba que se destacam quando o assunto é coxinha. Listo três:

Edelweiss: praticamente heresia falar de coxinha sem falar desse lugar. O preço não é dos mais bacanas, mas o salgado é incrível, principalmente quando acaba de ser frito. Casquinha crocante e recheio com gosto de frango caseiro. (Alameda Augusto Stellfeld, 1631)

Casa da Coxinha: honra o nome. Coxinha de tamanho médio (com fome, dá até pra comer duas), bem fresquinha, e com várias opções de sabores – nenhuma se intitula gourmet, pode ir sossegado. (Rua Doutor Faivre, 521)

Dois Corações: um clássico do centro curitibano, impossível fazer um passeio pela Rua XV sem procurar uma “Dois Corações” e saborear uma coxinha. Bem servida, tem massa fininha e recheio com tempero sabor “minha vó que fez”. Não sou fã de catupiry, mas pra eles, abro uma exceção. (Rua XV de Novembro, 80 | Rua Vicente Machado, 218 | Praça Tiradentes, 510 | Rua Dr. Muricy, 622 | Rua Barão do Rio Branco, 61)

Se você, fã de coxinha, conhece algum outro lugar imperdível, pode deixar ali nos comentários. A gente agradece (de verdade).

Anúncios