No nosso quintal

O Brasil tem tantos ingredientes a serem explorados que a gente até se perde em meio a tantos sabores. Um deles é uma fruta chamada maná-cubiu. Originário da região amazônica, ele foi trazido ao Paraná e teve excelente adaptação na serra litorânea. É um fruto extremamente resistente, por isso sua introdução foi um sucesso, tanto na questão de manejo ecológico quanto em contribuição socioeconômica aos remanescentes caiçaras. Por sua característica agridoce, pode ser usado para geleias, reduções, molhos ou até mesmo como acompanhamentos.

O chef Flávio Frenkel, da Anis Gastronomia, é um dos adeptos do maná-cubiu nas suas receitas. Ele conta que há cerca de seis anos deixou de usar ingredientes de outros estados e passou a escolher produtos locais e por isso o maná-cubiu produzido no litoral do Paraná está presente nas suas receitas. “Por ele ter uma acidez muito acentuada, o preparo deve ser feito com açúcar, então o resultado é sempre agridoce”, conta o chef que prepara geleias, compotas e chutneys com o fruto. “O maná-cubiu é mais relacionado com pratos de restaurante do que com caseiros, porque precisa ser preparado, não dá para comer in natura”, destaca.

Ele garante que quem experimenta, sempre aprova. “Aqui na Anis Gastronimia a gente faz uma copa de javali com a compota de maná-cubiu que tem uma excelente aceitação. As pessoas gostam demais da combinação da geleia com a gordura do javali”.

Evandro Povh-7970

Anúncios