Sem frescura e com sabor!

Anote o número da casa pois lá não tem placa, letreiro ou qualquer coisa que identifique que naquela garagem funciona um simpático restaurante colombiano.

Desde que cheguei em São Paulo, vivo (feliz!) em Pinheiros! Principalmente porque tenho a sensação de que qualquer rua daqui guarda uma grata surpresa, seja uma loja, um ateliê, uma feira livre ou um restaurante bacana. Taí o Sabores de mi Tierra provando que eu não estou enganada.

De manhã funciona uma fábrica de arepas e patacones (A base da primeira é o milho branco e a segunda é uma simples banana da terra verde frita e prensada. Ambos recebem recheios diversos). À noite eles abrem as portas pra receber um público fiel às delícias de D. Magdalena. A exceção fica com o sábado, que começa a funcionar às 14h.

Magdalena Torres tem boa história e energia melhor ainda. Veio para o Brasil há 10 anos e usou a experiência que tinha em gastronomia lá na Colômbia para cozinhar por encomenda aqui. Distribuiu panfletos no consulado e deixou alguns pratos no restaurante do sobrinho, a cevicheria Suri. Isso bastou para surgirem as primeiras participações nas feiras gastronômicas de rua. Como uma coisa puxa outra, os clientes começaram a querer consumir as arepas fora das feirinhas. Aí D. Magdalena não teve mais pra onde correr e fez da garagem as vezes de salão.

De acordo com ela, a comida ali é legítima colombiana. Sem invenções ou adaptações. O colombiano tem que sentir o prato como se estivesse em sua terra, e os leigos no assunto vão com a certeza de que estão comendo algo feito dentro da tradição.  Acho que a coisa deve estar funcionando. Durante meu almoço, tinha muita gente “hablando un belo español”.

Bom, falando que nem o povo da minha segunda terra (beijo, Fortaleza!), todo esse arrodeio, foi pra dizer que mesmo não sendo uma exímia conhecedora da cozinha dos nossos vizinhos latinos, achei a comida divina. Cardápio pequeno, mas um tempero muito gostoso e caseiro. A pimenta, feita com cebola caramelizada, vem à parte (graças a Deus. Ela é saborosa mas queima bem a língua). Também são produtos da casa as empanadas e o chorizo feito com pedaços de carne temperada com pimentão, cebolinha, alho e “otras cositas más” que D. Magdalena não quis contar.

Comi chips crocantérrimos de mandioquinha e banana da terra (acompanha tipo um vinagrete, a pimenta e guacamole, que para o alívio dos viciados como eu, eles repõem quando veem você já raspando o potinho), arepa de costelinha suína desfiada, cerveja e uma limonada típica de lá feita com leite de coco. Apenas a melhor da minha vida. Tudo isso por, acredite, R$34!

Depois desse banquete latino, desça a rua e faça a digestão dando uma volta pela feirinha da Benedito Calixto. Dica completa assim você ainda tá pra ver, hein?!

Facebook: Sabores de Mi Tierra

Instagram: @saboresdemitierra

Assinatura_Barbara2

Anúncios